quarta-feira, 4 de março de 2015

Epílogo

Vanessa narrando:

Quem diria que eu finalmente me casaria com o Zachary Efron e olha que já estamos casados a exatos 11 anos, é o tempo passou desde aquele dia do meu casamento com ele, mas algo de muito triste aconteceu meses depois, bem se lembram que eu anunciei que estava grávida não? Então foi uma felicidade imensa, nunca vi o Zac tão feliz assim, acho que o motivo era porque ele poderia acompanhar de perto a minha gravidez, tudo estava indo muito bem, fomos para a nossa lua de mel, dois meses no paraíso, sim Cancún foi o nosso destino, passei os melhores dias da minha vida lá com ele, nunca me senti tão segura e apaixonada como naqueles dias, confesso que foi difícil voltar pra casa viu? Mas estávamos com saudades da Clarinha, que hoje já não é mais o meu bebê, pois é Maria Clara já está com seus 18 anos.

https://pbs.twimg.com/media/B7f3pkEIUAAZcPy.jpg:large 
Linda não? ♥
 
Mas voltando ao que eu estava contando, depois que voltamos para casa fomos ao médico e estava tudo bem com o nosso bebê, um mês depois descobrimos que seria um menino, Davi, Zac que escolheu e por falar nele nunca vi tão feliz, ele sempre quis um menino, saiu pra comprar diversos brinquedos e roupas para o bebê, eu acho que nunca passaria pela nossa cabeça que isso iria acontecer, o nosso garotão como dizia o Zac estava crescendo firme e forte na barriga da mamãe, já estava no meu 8 meses de gestação quando fomos em nossa última consulta, o parto estava marcado já para a próxima semana.

Lucas 
Meu Davi 

Mas dois dias depois daquela consulta eu comecei a me sentir muito mal, eu não enjoei a gravidez inteira mas naquele dia parece que veio tudo de um vez, pensei que fosse uma coisa normal, mas não, minutos depois senti uma forte dor abaixo da minha barriga e então percebi que estava sangrando e não era pouca coisa não, era muito mas muito sangue, eu estava sozinha naquele maldito dia, Zac tinha ido a uma reunião na escola da Clarinha, eu comecei a chorar desesperadamente, não queria que nada acontecesse com meu Davi, mas a dor aumentou e eu desmaiei, quando acordei estava em um quarto no hospital, Zac estava a meu lado e chorava baixinho, quando percebeu que eu o encarava ele tentou disfarçar mas naquela altura eu já sabia o que tinha acontecido, meu Davi partiu, eu perdi o meu bebê, meu menino, meu garotão, eu perdi meu filho, eu chorei muito, todos tentavam me acalmar dizendo que isso acontece, mas eu não ouvia, por minha culpa o meu bebê morreu, eu fui fraca não consegui salva-lo, o pior é que depois que perdi Davi eu tive uma infecção no útero e perdi a capacidade de engravidar novamente, somente um milagre me faria ser mãe de novo, eu cai em uma depressão profunda, quando o sofrimento da minha vida iria acabar? Quando? Eu já não sabia se um dia voltaria a ser feliz, eu estava vendo o meu casamento se desfazer, a minha família se destruindo e eu não tinha forças para me levantar, afinal eu tinha perdido o meu filho e ainda por cima não poderia engravidar de novo, aquilo era o fim pra mim, ou melhor aquilo era o meu fim.
Cinco anos se passaram desde a morte do meu Davi e desde então eu não parei de fazer tratamentos, confesso que já estava cansada, afinal eu não tinha esperança alguma de que um dia voltaria a ser mãe, mas não podia decepciona-lo, todas as vezes que eu quis dar um basta em tudo Zac me vinha a cabeça, como eu amo aquele homem, eu sei que ele queria muito que eu engravidasse de novo, então eu continuava a tentar, o duro é que já se passou tanto tempo, mas em uma tarde tranquila em casa eu comecei a passar mal, isso para mim já não era nenhuma novidade pois os remédios que eu tomava para fazer o tratamento me fazia passar mal, mas naquele dia eu enjoei pra valer, Zac chegou em casa e eu estava agarrada ao vaso sanitário, ele logo ficou preocupado e me levou ao médico, foram exames atrás de exames, eu já chorava desesperada pensando que estava com mais algum problema e isso eu não iria aguentar de novo, quando o doutor entrou no meu quarto a sua cara não era das melhores, eu olhei para Zac e pude ver a sua carinha de preocupado sendo escondida por um sorrisinho de conforto que ele estava querendo me passar, então o doutor começou a falar e a falar e confesso que eu não estava prestando atenção em nada mas quando ele disse a última frase parecia que meu mundo ia desabar, não pode ser...
"Parabéns Vanessa você está grávida"
Meu mundo parou quando eu escutei essa frase, grávida? Grávida eu estou GRÁVIDA, Zac quase desmaiou de emoção, eu entrei em choque, eu consegui, finalmente eu consegui de novo, mas dessa vez minha gravidez precisou ser mais monitorada, pois era uma gravidez de risco, optamos por não querer saber o sexo do bebê, queríamos que fosse uma surpresa para todos, ocorreu tudo bem na minha gravidez, como fui mimada naqueles meses, Zac e Clarinha não me deixavam sozinha um minuto se quer, aonde eu ia tinha alguém comigo, confesso que eu queria que fosse um menino, Zac não podia sonhar que eu queria isso, ele falava que não importava que fosse da vontade de Deus, mas eu queria um menino, claro que nunca iria substituir o meu Davi, mas queria ver o Zac feliz de novo, quando finalmente o grande dia chegou eu não conseguia me conter, estava muito ansiosa para ver o rostinho do meu bebê, fui encaminhada para a sala de parto, minutos depois Zac entrou e se pôs ao meu lado segurando firme a minha mão e me passando como sempre toda a segurança do mundo todo, a cirurgia demorou mais do que o normal e eu já estava ficando preocupada, mas no momento em que eu comecei a imaginar que algo de errado estava acontecendo eu pude ouvir um chorinho ecoando pela sala, aquilo foi demais para mim, eu comecei a chorar mas dessa vez de emoção, eu era mãe de novo, dessa vez o meu bebê nasceu, mas espera menino ou menina?...
 Menino ou menina? 
Menina, Lorena, novamente Zac que escolheu, como ela era linda, quando a vi no colo do Zac toda encolhidinha e chorando assustada foi amor à primeira vista, nem me lembrava mais que desejava que fosse um menino, eu tinha mais uma princesa, Deus mandou mais um anjo pra mim, minha Lorena é um doce de menina, é uma criança super carinhosa, amorosa, todos somos apaixonados por ela, ela e Maria Clara são irmãs inseparáveis, Clara adorou ganhar uma irmãzinha, ensina de tudo para ela, hoje minha princesa já está com 5 aninhos, o tempo passa tão rápido né?
 
Lorena minha princesa ♥ 

Ahhh e como obra do destino três anos depois que eu tive a Lo, eu pude ter a certeza que ela veio para ser meu anjo, minha força, o meu empurrão para voltar a viver feliz outra vez, então mais uma vez eu me vi grávida, Lorenzo meu menino nasceu com 3,018 quilos e 48 centímetros, a minha cópia fiel versão masculina. 
 
Lorenzo meu bebê ♥ 

É tão engraçado pois a Clara é como eu, morena dos olhos castanhos, assim como o Lorenzo, já a Lorena é mais o pai, olhinho azuis só o cabelo que é castanho claro mais pro loiro, hoje minha família está completa, Eu, Zac, Maria Clara, Lorena e Lorenzo, quando que a 18 anos atrás eu imaginei tamanha felicidade? Mas hoje eu estou feliz, feliz só não imensamente feliz, hoje eu vejo que tudo o que passei me serviu de lição para perceber que o amor supera qualquer obstáculo e sempre mesmo depois das piores tempestades o sol aparece para nos alegrar e nos mostrar que a felicidade está ali a diante é só você parar para enxergar.
http://stream1.gifsoup.com/view2/1150157/hsm2-bloopers-o.gif 
Olaaa girls!!!
Acabooou....
Que final hein!?
Comentem ai...
A próxima fic será O AMOR ESTÁ NO QUARTO AO LADO
e vocês já podem conferira sinopse e já adianto que tem novidade na área!!
Então não esperem mais pra ir lá e conferir: sinopse, design e a novidade da nossa
nova fanfic!!!!
Obrigada pelos comentário de todas que seguiram essa fic!!
Beijões!!!Até a próxima...
 

terça-feira, 3 de março de 2015

Capítulo 22 (Último Capítulo)

Vanessa estava linda, vestia um vestido todo branco estilo sereia, meio rendado nas pontas e com muitos brilhantes, o cabelo estava de lado com uma linda fivela nas pontas, usava uma maquiagem leve para realçar a cor dos olhos dela, Clarinha estava vestindo um lindo vestido todo rodado, com os mesmos detalhes que o de Vanessa mas estilo vestido de princesinha, o cabelo estava soltinho com as pontinhas enroladas ela vinha na frente da mãe trazendo as alianças do casal.
Quando Vanessa chega Zac beija a testa dela e sorri feliz para a filha que segura toda contente o buquê de flores da mãe e finalmente chega a hora dos votos.
Primeiro foi a vez de Zac:
Zac: Vanessa eu quero uma vida contigo. Uma vida sem despedidas, sem tristeza, sem lágrimas. Quero uma vida cheia de sorrisos, de carinho, de amor. Um dia me disseram que o sorriso é uma forma de mostrarmos o quanto gostamos de alguém. Hoje me perguntaram se eu gostava de você, e eu apenas... Sorri. Eu amo o seu jeito, eu amo o seu olhar, eu amo seu sorriso, mais além de tudo isso... eu amo você. Eu sou quem eu sou por sua causa. Você é toda a razão, toda a esperança e todos os sonhos que eu já tive na vida, e aconteça o que acontecer no futuro, cada dia que estamos juntos é o melhor dia da minha vida. E você minha linda será sempre minha. - Diz emocionado e da um selinho nela
Vanessa: Um dia me perguntaram se era realmente amor o que eu sinto por você. Pensei: "Acordo pensando em você, durmo pensando em você, tudo o que eu faço, faço pensando em você, quando ouço a palavra amor seu nome vem automaticamente na minha cabeça. Se meu dia tá chato, triste... Enfim, basta uma palavra sua pra que tudo mude. Sua presença me causa sensações incríveis, coisas que nenhum outro, jamais, foi capaz de me fazer sentir. Sinto seu cheiro, seu gosto, mesmo quando estamos longe um do outro, sinto saudades 5 minutos depois de você ir embora. E além de tudo isso, e outras coisas mais, você me dá a certeza da minha reciprocidade, me faz sentir a mulher mais amada do mundo, me faz feliz sem pedir nada em troca." E aí, tem como não ser amor? Eu te amo Zachary.
E chegou a hora da troca das alianças...
Padre: Zachary David Alexander Efron aceita Vanessa Anne Hudgens como sua legítima esposa para ama-la e respeita-la na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, na alegria e na tristeza por todos os dias da sua vida?
Zac: Sim eu aceito. - Sorri para ela
Padre: Vanessa Anne Hudgens aceita Zachary David Alexander Efron como sua legítimo esposo para ama-lo e respeita-lo na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, na alegria e na tristeza por todos os dias da sua vida? 
Vanessa fica em silêncio por um instante.
Padre: Vanessa?
Nem acredito que esse momento chegou estou tão feliz. - Vanessa perdida em seus pensamentos
Padre: Vanessa?
Zac: Nessa meu amor?
Vanessa: Desculpe - Sorri - Sim é claro que eu aceito.
Padre: Podem trocar as alianças.
Zac: Vanessa meu amor receba essa aliança como prova do meu amor e da minha fidelidade eu te amo... - Ele coloca a aliança nela e beija a mão dela
Vanessa: Zachary meu amor receba essa aliança como prova do meu amor e da minha fidelidade eu te amo... - Ela coloca a aliança nele e também beija a sua mão
Padre: E com o poder em mim investido eu vos declaro marido e mulher pode beijar a noiva. 
Zac abre um lindo sorriso e se aproxima dela e antes de beija-la sussurra um "Eu te amo" e então finalmente se beijam. 

Vanessa: Meu amor eu tenho uma surpresa pra você.
Zac: Surpresa?
Vanessa: Sim está aqui - Entrega pra ele uma pequena caixinha
Zac sorri e abre o presente...
Quando ele abre tem um par de sapatinhos de bebê e um pequeno cartão escrito:
"Sabe Papai!? Eu estou chegando!!"
Zac olhou algumas vezes para o papel e para Vanessa, ainda não conseguia acreditar, ou melhor, ainda não tinha processado a informação.
Zac: Baby V você está... - Ele leu mais uma vez o cartão -... grávida? - Olha assustado para ela que sorri toda emocionada
Vanessa: Sim meu amor - Pousa a mão na barriga - Vamos ter mais um anjinho ou anjinha.
Zac: Não acredito! - Ele riu de felicidade e passou a mão no rosto - Obrigado, obrigado, muito obrigado. Você já tem certeza que ele ou ela está aí?
Vanessa: Sim! Fiz o exame de laboratório esses dias e deu positivo. - Sorri
Zac: Ownn meu amor eu te amo muito. - Passa a mão na barriga dela - Hey filhão ou filhona? Você sabia que eu estou muito feliz? Estou feliz em saber que você está aí. Espero que você chegue logo, papai já te ama muito. - Beija a barriga dela - Ownn Baby V você é tudo na minha vida.
Clara: E eu papai?
Zac: Ownn você também minha pequena. Eu sou o homem mais feliz do mundo porque tenho as mulheres mais lindas do meu lado.
Vanessa: Nós que somos as mais sortudas né meu filha? - Sorri para a filha que afirma balançando a cabeça toda contente
Clara: Beija logo o papai de novo mamãe.
Vanessa: Opa pode deixar filha.
Eles se beijam.
 
***FIM***
http://25.media.tumblr.com/tumblr_m81svhFCEd1qfies1o1_500.gif 
Helooo girls!!!
 O que dizer desse capítulo!? kkkkk
Aiii que lindooo a Vanessa vai ter mais um baby ♥___♥
Ameiii!!
Comentem ai...
Não postarei hoje qual será a próxima fic porque amanhã teremos
o Epílogo!!! Então não percam okay?!
Obrigada pelos comentário!!
Beijões!!!
Até mais...

segunda-feira, 2 de março de 2015

Capítulo 21 (Penúltimo Capítulo)

Clara: Ele deve ter ido pra casa mamãe, vamos até lá.
Vanessa: Isso filha você tem razão. Ela pega na mão da filha, chama um táxi e partem para o AP de Zac...
Chegando lá ela paga e desce rápido com a filha, o motorista a ajuda com as malas e logo o porteiro do prédio vem ajuda-las também.
Vanessa: Obrigada.
Vanessa e Clarinha entram no elevador e sobem para o AP dele.
Vanessa: Será que ele tá aí filha? - Diz parando na porta do AP
Clara: Espero que sim mamãe - Diz toda contente
Clarinha então vira pra mãe que continuava parada sem reação e diz:
Clara: Está esperando o que?
Vanessa: Oi?
Clara: Afffffff mamãe toca logo essa campainha - Diz e põe a mão na cabeça indignada
Vanessa sorri, balança a cabeça ao ver a reação da filha e então aperta a campainha.
Quando a porta se abre...
Zac: Vanessa?
Vanessa sorri e pula no pescoço dele e da um beijo super apaixonado, eles se beijam por algum tempo até que Clarinha resmunga e eles param.
Zac: Filha - Pega ela no colo
Clara: Eu e a mamãe não vamos mais embora, ela resolveu ficar com você papai. - Diz toda contente
Zac olha pra Vanessa que apenas sorri, estava tão feliz que as palavras lhe faltavam.
Zac: Isso é verdade, vocês vão ficar comigo?
Vanessa: Sim Zac, por mais que tente negar você não sai dos meus pensamentos, eu não consigo te esquecer meu amor, eu te amo Zachary e eu te perdoou.
Zac: Ownn Baby V eu te amo meu amor.
Eles se beijam mais uma vez e Clarinha olha toda boba para a cena.
Os dias passam rápido, Vanessa já tinha ligado para a Inglaterra para avisar os avós sobre sua decisão de não voltar mais para casa e o avô disse que iria ajudar ela com as papeadas do divórcio, Gina ao saber que Vanessa e Zac voltaram no princípio tinha ficado brava mas vendo a felicidade no rosto da filha resolveu perdoar Zac e aceitar o relacionamento dos dois o que deixou Vanessa ainda mais feliz.
Vanessa e Zac resolveram morar juntos, logo compraram uma casa bem grande e Clarinha era uma alegria só, amava ver os pais contentes.
6 meses depois a papelada do divórcio já tinha saído e Vanessa finalmente estava liberada para se casar com o Zac e ele não pensou duas vezes e logo fez o pedido a ela que aceitou sem pensar duas vezes.
Logo o dia tão esperado chegou...
Vanessa estava ansiosa, pois o dia do tão esperado, o dia do casamento chegou, Ashley e Kim, que já tinha voltado da sua viagem, estava ajudando ela a se aprontar.
Kim: Meu Deus Nessa você está linda.
Vanessa: Obrigada amiga.
Ashley: Nessa sei que não é o momento ideal mas tem duas pessoas que precisam falar com você.
Vanessa: Quem?
Chris e Dave: Podemos entrar?
Vanessa: Ah são vocês - Se vira e senta na frente da penteadeira
Ashley: Vamos deixar vocês sozinhos, com licença - Ela e Mai se retiram
Dave: Vanessa eu e o Chris queríamos pedir perdão por tudo o que fizemos no passado.
Chris: Sei que você deve estar morrendo de raiva da gente né? Mas juro que não fizemos por mal.
Vanessa: Vocês me magoaram de verdade com tudo o que fizeram, mas eu os perdoo! Hoje é o dia mais feliz da minha vida, vou me casar com o homem que mais amo no mundo, vamos esquecer o passado e olharmos só para o futuro ok?
Dave: O Zac é um cara de sorte você é a melhor mesmo. - Abraça ela
Chris: Obrigado Nessa, você está linda o Zac vai adorar, bem vamos indo né Dave? Vamos deixar você terminar de se arrumar. - Beija a testa dela
Vanessa estava terminando de se arrumar quando seu celular vibra e ela logo vai ver e se trata de uma mensagem de Zac que dizia:
"Baby V você é tudo na minha vida, nem consigo acreditar que estou aqui com você e com minha filha, agora eu sei que nunca amei ninguém como você ou melhor você foi a única mulher que eu amei e que sempre vou amar. Te amo com todo o meu coração."
Ela logo responde:
"Zac meu amor quem diria que estaríamos hoje aqui juntos e com a nossa filha, eu te amo muito mesmo obrigada por me fazer a mulher mais feliz do mundo."
Gina: Nessa vamos minha filha está na hora. - Diz entrando no quarto
Vanessa: Vamos sim. - Diz emocionada
Já na igreja Zac que estava ansioso não se aguentava de tanta emoção até que começa a ouvir a marcha nupcial.
http://27.media.tumblr.com/tumblr_lo1ejrgSuZ1ql2ykfo1_500.gif 
Helooo girls!!
 Estamos na reta final da fic... 
Que bom que a Vanessa se tocou que o lugar dela é ao lado do Zac neh!?
E que bom que a Gina aceitou o Zac!!
A Clarinha é muitooo fofaaa!!!
Ansiosa pra esse casamento!! :D
Comentem ai...
Não esqueçam de votar pra escolher a próxima fic okay!?
Obrigada pelos comentários meninas!!!
Beijoos
Até mais....

domingo, 1 de março de 2015

Capítulo 20

Ele vai até o quarto da filha e também não encontra mais nada por lá e se desespera.
Zac: Não Vanessa! Você não pode ter ido sem se despedir. - Põe as mãos na cabeça - Você não fez isso!
Ele então desce as escadas correndo procurando por elas e encontra Vanessa e Clarinha na cozinha tomando café da manhã e rindo descontraídas.
Clara: Bom dia papai.
Zac: Bom dia pequena - Respira aliviado
Vanessa: Vem senta aqui Zac, anda filha termina logo esse café, ainda temos que passar na casa da vovó.
Clara: Eu já terminei mamãe, posso ir lá fora um pouco?
Vanessa: Pode mas não vai longe viu?
Clara: Tá bom. - Sai correndo
Zac: Nessa posso falar com você?
Vanessa: Fala - Morde um pedaço de pão
Zac: Eu...
Vanessa: Se for pra me pedir pra ficar já sabe minha resposta.
Zac: Mesmo depois de ontem?
Vanessa: Eu já decidi.
Zac: Tá se você prefere assim, posso ao menos leva-la ao aeroporto?
Vanessa: Pode.
Eles logo saem vão a casa da mãe de Vanessa, que se despedi da filha e da neta e lhe deseja uma boa viagem e assim vão para o aeroporto...
Logo que chegam o vôo é anunciado, Clarinha pula no pescoço do pai já chorando e se despede, ele pede pra filha cuidar bem de Vanessa e da um abraço apertado também chorando...
Zac: Então é isso mesmo que você quer?
Vanessa: Vai ser melhor assim.
Zac: Tchau Nessa - Abraça ela - Vou sentir sua falta.
Vanessa: Tchau Zac.
Elas embarcam e Zac chora sem parar.
Já no avião Vanessa se sentou próximo a janela e Clarinha mantinha sua cara de choro.
Vanessa: Não fica assim filha. - Toca o rosto da filha
Clara: Eu não queria ir embora, vou sentir falta do meu pai - Começa a chorar - Você tá me separando dele, eu nunca mais vou ver meu pai e a culpa é sua.
Vanessa: Não fala assim filha, a mamãe só quer o seu bem. Enxuga essas lágrimas vai. O seu pai te ama e vocês nunca vão se separar ele não prometeu que vai te ligar todos os dias?
Clara: Prometeu mas não vai ser a mesma coisa, eu quero o meu pai. - Chora e fica emburrada
Vanessa: Chega de birra Maria Clara, a mamãe já decidiu vamos voltar pra casa, agora para de chorar, vou pegar um lenço pra você na minha bolsa e você para com isso.
Vanessa pega a bolsa e puxa um pacotinho pequeno de lenços, puxa um e da para a filha.
Clara: O que é isso mamãe?
Vanessa: O que?
Clara: Isso - Mostra algo
Vanessa então percebe que se trata de uma carta e abre para ler...
"Vanessa, 
O mistério do amor nasceu dentro de mim e tomou conta de todo o meu ser, da minha vontade, do meu pensamento, dos meus atos. O mistério do amor chegou e se alojou em mim. Não sei como, nem como foi, apenas nasceu, ahh eu era tão infeliz antes e despreocupado, como um barco a deriva, mas aí você voltou, o meu amor voltou e ainda me trouxe o meu maior presente, nossa filha, quando pensei que ia te ter de volta você decidiu ir embora de novo, não sei se vou suportar, Nessa eu realmente te amo não me deixa, não vai embora fica comigo por favor.

Do seu amado Zachary Efron"

Vanessa ao ler a carta começa a chorar, Clarinha se assusta com a reação da mãe e chora junto, uma aeromoça se aproxima delas e pergunta se elas estão se sentindo bem, Vanessa então responde:
Vanessa: O avião... ele já vai sair?
Aeromoça: Ainda não senhora por que?
Vanessa: Vem filha, pega sua bolsa - Se levanta e puxa Clarinha
Clara: O que foi mamãe?
Vanessa: Vem anda.
Elas pegam as pequenas bagagens de mão e a aeromoça ajuda elas a sair do avião que já ia fechar para decolar.
Vanessa e Clarinha correm olhando por todos os lados procurando por Zac.
Vanessa: Viu ele filha?
Clara: Não mamãe.
Vanessa: Droga será que ele já foi?
Clara: Tenta ligar pra ele.
Vanessa então pega o celular mas o mesmo se encontrava sem bateria.
Vanessa: Não da e agora?
http://3.bp.blogspot.com/-VhUuymDCIV4/UxkXQ8xR-tI/AAAAAAAACBo/0Pa9iJ3eSU4/s1600/tumblr_lp46qoEfNl1qmelfdo1_500.gif 
Hi girls!!!
 Tadinho do Zac....
Só eu que estou a ponto de chorar com essa carta do Zac pra Vanessa???
Tomara que elas consigam encontrar o Zac logo
e a Vanessa diga a ele o que sente por ele!!
Comentem ai...
Não deixem de votar na próxima fic!!
Obrigada pelos comentário!!
Beijões!!!
Até mais...

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Capítulo 19

Zac: Ownn meu anjo claro que te amo e amo muito, amo tanto que até dói.
Clara: Então por que não quer que eu fique com você? Por que vai deixar ela me levar?
Zac: Porque ela é sua mãe e eu não posso te separar dela, sei que ela vai sofrer muito e você não vai querer deixar a mamãe triste vai?
Clara: Não, mas eu não queria ir.
Zac: Eu também não queria que vocês fossem mas tem que ser assim, prometo que vou te ligar todo os dias, nunca vamos nos separar tá?
Clara: Não vai ser a mesma coisa, porque você não vai estar mais comigo, vou sentir sua falta. - Abraça ele bem apertado
Zac: Eu também minha filha você não imagina o quanto. - Diz com lágrimas nos olhos
Eles voltam até o local onde Vanessa estava, Clarinha ainda emburrada entra no carro e Zac leva elas pra casa...
Vanessa: Obrigada Zac, vamos Clarinha que já está tarde.
Clara: Mamãe deixa o papai dormir hoje aqui, assim eu fico mais tempo com ele.
Vanessa olha pra Zac que sorri...
Vanessa: Melhor não meu amor, da última vez não deu muito certo. - Diz envergonhada
Zac: E você gostou que eu sei.
Vanessa: Zac! - Diz e aponta pra Clarinha que olha sem entender nada
Clara: Deixa vai mamãe por favor.
Vanessa (olha para a filha que pedia com o olhar tão tristinho que ela fala): Tá bom filha, mas o seu pai vai dormir no sofá e dessa vez espero que ele obedeça.
Zac: Não vou prometer.
Vanessa o repreende com o olhar e ele pisca pra ela...
Clara: Ebaaa obrigada mamãe.



Eles entram...

Vanessa e Clarinha sobem para o quarto e depois de colocar Clarinha no banho ela desce e vai direito para a cozinha onde encontra Zac bebendo água.
Zac: Ela já dormiu?
Vanessa: Não está no banho e disse que só dorme se você ir lá dar boa noite pra ela, ela se apegou fácil com você.
Zac: E eu me apeguei a ela, vou sentir falta da minha pequena.
Vanessa: Você pode ir sempre visita-la.
Zac: A tenha dó Vanessa você sabe que não vai ser a mesma coisa. - Diz nervoso
Vanessa: Pois pensasse antes de fazer mal as pessoas - Diz e sai
Zac: Droga.
Minutos depois Zac sobe e da boa noite pra filha que logo dorme, chegando na sala ele vê que Vanessa já tinha arrumado o sofá pra ele dormir e se deita, mas não consegue nem pregar o olho, não para de pensar em Vanessa e como vai sentir a falta dela.
Zac (pensa alto): Será que ela ainda está acordada?
Ele sobe e bate na porta, não obtendo resposta, ele entra lentamente e a vê dormindo, ele se aproxima da cama, senta e começa a tocar os cabelos dela...
Zac: Por que você tem que ir embora hein? Por que não pode me desculpar pelo o eu fiz? Eu te amo poxa, fica comigo.
Vanessa ainda dormindo se vira na cama ficando de frente pra ele, então ele vê que se descobriu um pouco e quando puxa a coberta para ela repara a pequena peça que ela estava usando.
Vanessa vestia uma camisola rosa clara bem curta no qual estava deixando a polpa do seu bumbum a mostra.
Zac: Poxa Nessa precisa dormir assim? Caramba.
Ele então acaricia o rosto dela e se aproxima e deposita um selinho nos lábios dela, Vanessa sentindo esse toque lentamente acorda, se assusta e diz:
Vanessa: Zac, o que você faz aqui?
Zac: Desculpa Nessa eu não resisti, eu só queria te ver dormindo, mas você só com essa roupinha me deixou desnorteado. - Diz mordendo os lábios
Vanessa (puxa a coberta, se cobre e fala): Sai daqui Zac por favor, você não se controla mesmo, caramba só te deixei dormir aqui porque a Clarinha insistiu mas já estou me arrependendo.
Zac: Nessa me deixa te amar nem que seja a nossa última vez.
Vanessa: Não Zac tá maluco?
Zac: Sim maluco por você.
Ele a beija e ela retribui, o beijo foi apaixonado, as línguas de ambos procuravam a todo momento sentir ao máximo o gosto um do outro e Zac foi deitando Vanessa na cama...
O beijo começa a tomar intensidade, Zac logo tira o pequeno pedaço de pano que ela usava e num passe de mágica os dois já estavam completamente sem roupas, Zac desce os beijos por todo o corpo dela e então introduz devagar até entrar por completo, Vanessa geme de olhos fechados, e ele então estoca um pouco mais forte e começa a tomar velocidade, ele estocava e beijava ela afim de abafar os gemidos dela que estavam cada vez mais altos e assim eles chegam no ponto máximo e dormem juntos mais uma vez...
No dia seguinte Zac acorda e não encontra Vanessa, ele então toma um banho se veste e ao sair percebe que as malas de Vanessa já não estavam mais no quarto...
https://38.media.tumblr.com/b02a7b8b5d2568e0d1667af7e47a8548/tumblr_n71ykq7x381qjn2evo8_250.gif 
Hi girls!!!
A Vanessa fala fala fala mas na hora ela não consegue recusar neh?!
kkkkkkkkkk
E agora!? Será que a Vanessa teve coragem de ir embora com
a Clarinha sem ao menos deixar a menina se despedir
do pai???
Comentem ai...
Não esqueçam de votar pra escolher a próxima fic okay!?
Obrigada pelos comentário!!
Beijos meninas!!
Até mais...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Capítulo 18

Zac sai super alterado da casa de Vanessa, começa a chutar o ar e a gritar como um louco tentando aliviar a dor que estava sentindo, ele então decidi ir esfriar a cabeça entra no carro e sai sem rumo a toda velocidade.

Por que ela tá fazendo isso comigo? Por que ela sempre tem que tornar tudo mais difícil? Poxa eu mudei caramba ela não vê isso? Eu amo essa mulher mais que tudo, não vou suportar viver longe dela e da minha pequena, o que vai ser de mim sem minha pequena? Não a Vanessa não pode me afastar dela, não pode. Por que isso? Será que eu mereço tanto sofrimento assim?

Ele chorava o caminho todo, de soluçar, estava inconsolável, nem sabia para onde estava indo mas mas estava cada vez mais rápido.

Até que ele finalmente chega em seu AP, ele se joga no sofá e começa a pensar em tudo o que se passou, se lembra de tudo o que ele fez pra ela, de tudo o que ele falou, do tanto que a humilhou.

Zac: Droga Zac você é um estúpido - Joga um copo na parede - Por que eu fiz isso? Eu não vi o tanto que estava fazendo ela sofrer? Tudo isso por medo de amar? Você estragou tudo seu idiota, tudo - Atira mais um copo na parede



Já no dia seguinte...

Vanessa acorda cedo e vai ao quarto da filha acordá-la...

Vanessa: Bom dia princesa, acorda hoje é seu dia meu anjinho.

Clara: Bom dia mamãe, ebaaa hoje é meu aniversário, nos vamos sair pra comemorar né?

Vanessa: Vamos sim, aonde você quer ir?

Clara: Ah não sei, mas só sei que vou chamar meu papai, não vamos a nenhum lugar sem ele.

Vanessa: Tudo bem filha, vamos levantar, lavar esse rosto e você liga pra ele.

Clara: Uhullll



Com Zac...


Zac estava um caco, não tinha dormido direito, não parava de pensar na volta de Vanessa para a Inglaterra, ele estava sentado na cama com um olhar vago, triste, até que o telefone toca...

Zac: Alô?

Clara: Oi papai.

Zac: Oi minha pequena, hoje é o seu dia parabéns.

Clara: Obrigada, eu e a mamãe vamos sair para comemorar e quero que o senhor vá com a gente.

Zac: Você e sua mãe? E ela sabe que você está me convidando?

Clara: Sabe ué foi ela que me falou pra ligar e então o senhor vai né?

Zac: Claro que vou filha, não vou passar o seu aniversário longe de você nunca mais.

Clara: Legal então você vem buscar a gente? Já estamos quase arrumadas.

Zac: Vou sim, já já chego aí.

Clara: Tá bom, vê se não demora viu? Não gosto de esperar.

Zac: Tá bom Vanessinha. - Sorri - Você é mesmo a cópia da sua mãe fala até igual a ela.

Clara: Eu sei que sou, te amo papai.

Zac: Também te amo filha.

A Nessa só pode ser bipolar, que mulher doida, uma hora me expulsa da vida dela e depois me chama pra sair, bem mas vou aproveitar essa oportunidade pra não deixá-la escapar de mim mais uma vez.

Zac logo chega, ele buzina depois desce e toca a campainha, Clarinha desce a todo vapor para abrir a porta e pula toda contente no colo dele.
Zac: Oi pequena, como está se sentindo agora que está mais velha?
Clara: Estou ótima papai e olha vou te dar um conselho. - Aperta o nariz dele
Zac: Aí lá vem... Fala - Da risada
Clara: Nunca chame uma mulher de velha viu? Isso é feio rum. - Fala e cruza os bracinhos
Zac (solta uma gargalhada e diz): Até parece que estou falando com sua mãe em forma de anã.
Clara: Para de rir seu bobo é sério foi a mamãe que me ensinou.
Zac: Tá bom desculpa senhorita e falando na sua mãe cadê ela?
Clara: A mamãe demora uma eternidade pra se arrumar, pode sentar e esperar, vamos ficar velhinhos e ela ainda não desceu. - Põe a mão na cabeça indignada
Zac: Mas hoje você tá terrível viu. - Faz cócegas nela
Clara: Para papai vai estragar meu modelito.
Zac: Aiaiai viu kkkk eu não posso com isso.
Passam alguns minutos e Vanessa desce.
Clara: Nossa mamãe você está linda.
Zac que estava de costas se vira para olhar.
Vanessa vestia um vestido justo ao corpo azul escuro com uma sandália de salto fino prata, tinha feito uma leve maquiagem só para realçar os olhos e os cabelos estavam caídos na altura do ombro levemente cacheados.
Zac: Ualll Nessa você está linda.
Vanessa: Obrigada Zac, vamos?
Clara: Vamos - Pega na mão de Zac e na de Vanessa - Nem acredito que vou sair para passear no dia do meu aniversário com os meus pais, estou muito feliz.
Zac não conseguia parar de olhar para Vanessa e ela também não tirava os olhos dele.
Zac: E aonde vamos?
Clara: Vamos almoçar em um restaurante e depois vamos a um parque de diversões, eu que escolhi.
Zac: Percebi, então vamos que a diversão está só começando.
Chegando no restaurante eles almoçam e brincam bastante depois vão direto para o parque de diversões.
Clara: Eu quero ir na montanha russa, na roda gigante, no carrossel e...
Vanessa: Calma aí empolgadinha. - Diz rindo - Igualzinha ao pai sempre toda apavorada.
Zac: Ah nem vem que essa pequena aí é sua cópia, mandona que só vendo.
Vanessa: Até parece que eu sou assim.
Zac: Mas é - Se aproxima dela
Eles ficam bem próximos a ponto de se beijar.
Clara: Beija ela papai.
Zac: O que? - Olha assustado pra menina
Clara: A vocês são muito moles mesmo. - Põe a mão indignada no rosto
Vanessa: MARIA CLARA!
Clara: Ué só falei a verdade.
Zac: Tá vendo como é sua cópia?
Vanessa: Haha engraçadinho.
Zac: Ué só falei a verdade - Imita a filha
Vanessa: Tá depois eu me acerto com essa pequena aqui, agora vamos logo vocês dois.
E em meio a tanta diversão o dia passa bem rápido, logo anoitece...
Vanessa: Está tarde né meu anjo vamos pra casa amanhã nos viajamos cedo e ainda temos que passar na casa da vovó pra se despedir.
Zac: Ainda com essa história de voltar pra Inglaterra Nessa?
Vanessa: Zac já conversamos sobre isso, não começa por favor.
Clara: Mas eu não quero voltar mamãe, não quero ficar longe do meu papai - Fala já chorando e agarrada com Zac.
Vanessa: Filha, olha pra mamãe olha, Clarinha nos temos nossa vida lá na Inglaterra, você tem sua escolinha, seus amiguinhos, também tem o Biso e a Bisa, não podemos abandonar tudo meu anjo.
Clara: Mas eu não quero ir, quero ficar com meu pai - Sai correndo
Vanessa: Maria Clara.
Zac: Deixa Nessa eu falo com ela.
Zac vai atrás da filha e encontra encolhida chorando perto de um carrinho de algodão doce.
Zac: Ei pequena - Se abaixa
Clara: Papai - Pula no colo dele - Não deixa ela me levar, não deixa ela me separar de você, eu não quero ir, por favor papai. - Chora desesperada
Zac: Calma filha o papai também não quer você vá embora, mas você tem que cuidar da mamãe, agora ela tá sozinha e ela vai sofrer muito longe de você.
Clara: Mas eu vou sentir sua falta, a Inglaterra é muito longe papai, como vamos nos ver?
Zac: Vamos dar um jeitinho meu amor.
Clara: Você não me ama mais papai?
 http://2.bp.blogspot.com/-c5BSRpAXtfI/UIMnRabGGuI/AAAAAAAAF00/0R9TsOoscLQ/s1600/tumblr_ld9p8o7BUj1qaj5jro1_400.gif 
Hi girls!!!
A Clarinha é muitooo fofa neh!? 
Fiquei triste agora... a Vanessa não pode ir embora pra Inglaterra com
a Clarinha e deixa o Zac...
O Zac tem que fazer alguma coisa!!
Tadinha da menina, descobre quem é o pai verdadeiro e já vai ter
que se separar dele???
Só eu que lembrei da Lynda nessa última pergunta da Clarinha??
kkkkkkkkk
Comentem ai...
Não deixem de votar na próxima fic!!
Obrigada pelos comentários!!
Beijos meninas!!
Até mais...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Capítulo 17

Vanessa: Porque eu não quero, tá bom se você quer mesmo ficar, pode ficar mas vai dormir aqui na sala.
Zac: Na sala? Mas por que se tem tantos quartos nessa casa?
Vanessa: Porque eu não posso arriscar e está decidido se quiser ficar vai dormir no sofá.
Zac: Tá tudo bem, poderia ao menos me da um travesseiro e um cobertor?
Vanessa: Tudo bem eu vou pegar.
Ela sobe e quando volta encontra Zac apenas de cueca sentado esperando por ela...
Vanessa: ZAC! Por que você está assim? - Fica vermelha
Zac: Assim como? A tá. - Sorri - Eu não trouxe roupa pra dormir e também eu durmo de cueca já estou acostumado.
Vanessa: Toma pega esse pijama que era do Austin e ele deixou aqui.
Zac: Mas eu não sou acostumado a dormir de roupa. - Se aproxima dela
Vanessa: Mas vai tratando de se acostumar, anda se veste temos uma criança em casa. - Tenta se afastar dele
Zac: Mas eu não quero. - Faz carinha de cachorro sem dono
Any: Você não tem querer, anda se veste.
Zac: Nessa por que está assim tão nervosa? - Encosta ela na parede
Vanessa: Quem disse? Eu não estou nervosa. - Sorri nervosa
Zac: Nessa eu não sei se vou conseguir dormir aqui no sofá. - Toca no rosto dela
Vanessa: E por que não?
Zac: Porque eu quero dormir com você.
Vanessa: O que? Tá maluco!? - Tenta empurrar ele mas é impedida pois Zac segura seus braços - Me solta Zac por favor.
Zac: Eu sei que você que Nessa, não precisa fugir você sabe que eu não mordo.
Vanessa: Eu já disse que não quero nada, me solta.
Zac: E eu já disse o quanto que você mente mal?
Eles se beijam, Vanessa não resistindo aos encantos dele se deixa levar pelo calor do momento, Zac a segura forte a levantando do chão e a carregando até o quarto, chegando ele a coloca na cama e começa a tirar as roupas dela, eles continuam se beijando, Zac tira o sutiã dela e sorri, ela de olhos fechados sussurra "Eu só posso estar ficando louca" Zac então cai de boca, ele suga um enquanto aperta o outro, deixando Vanessa louca, ele logo desce os beijos até a barriga, passando pelas coxas, até chegar na intimidade dela, ele passa sua mão travessa por cima do fino pano da calcinha dela e começa a descer lentamente até tirar por completo, ele segura a mão dela e começa a brincar, Vanessa gemia baixo e Zac continuava se deliciando, depois ele começa a deixa-la ainda mais excitada então ele introduz um e depois dois dedos a deixando maluca.
Vanessa: Zac por favor, ahhh para de judiar de mim.
Zac: Só mais um pouco meu amor.
Ele continua brincando na intimidade dela, até que começa a subir os beijos até a boca dela e diz:
Zac: Eu te amo Baby V.
Vanessa olha assustada pra ele pois nunca tinha ouvido ele falar assim pra ela, ela apenas sorri e continua beijando ele enquanto o sente penetrando nela, ela geme baixo e Zac de olhos fechados começa a se movimentar lentamente, aumentando pouco a pouco os movimentos a deixando cada vez mais louca.
Ele já se movimentava bem rápido, até que decidem inverter as posições dessa vez Vanessa vem por cima, ela desse os beijos por todo o corpo dele até chegar lá  na intimidade dele e segura fazendo movimentos de vai e vem, deixando Zac gemendo de prazer, ele não se aguentando puxa Vanessa pra cima e penetra nela, Vanessa que estava por cima dessa vez começa a se mover bem rápido, eles estavam em perfeita sintonia até que atingem juntos o orgasmo e Zac goza dentro dela, quando ele ia sair dela, Vanessa sorri travessa e diz:
Vanessa: Já cansou?
Zac: O que? Você quer de novo?
Vanessa: Ainda pergunta, vem vamos logo, ou você não quer mais?
Zac: É claro que eu quero.
Ele então volta a beija-la e os dois ficam nesse ritmo até de madrugada quando exaustos dormem de conchinha.
No dia seguinte Zac acorda primeiro e fica admirando ela enquanto dorme, ele acaricia o rosto dela e sussurra "Eu te amo meu amor, é tão bom tê-la de novo"
Ele se veste e sai sem fazer barulho do quarto, quando Vanessa acorda desliza a mão para o lado da cama onde Zac estava e não vendo ele, ela se levanta, se veste e vai até o quarto da filha vendo que a menina ainda dormia e que Zac não estava lá, ela desce e vai até a cozinha.
Chegando lá...
Zac: Bom dia meu amor.
Vanessa: Bom dia, nossa você caprichou hoje.
Zac preparou um belo café da manhã com direito a rosas vermelhas e brancas as preferidas de Vanessa.
Zac: Gostou meu amor? - Da um selinho nela
Vanessa: Sim eu amei, mas Poncho como fica nossa situação agora?
Zac: Ué você ainda pergunta? Eu quero ficar com você e com a nossa filha.
Vanessa: Mas Zac eu ainda estou muito confusa, o que aconteceu com a gente no passado ainda me afeta muito.
Zac: Baby V eu sei que fui um idiota com você e eu já te pedi mil vezes desculpas eu quero recomeçar nossa vida do zero meu amor, pra mim só existe você e minha filha e então o que você me diz?
Vanessa: Eu não sei, eu e a Clarinha temos nossa vida lá na Inglaterra não podemos abandonar tudo assim do nada.
Zac: Nessa me da uma chance de mostrar que eu mudei, que não sou mais aquele do passado, poxa eu só quero ficar ao seu lado e da minha filha. - Toca o rosto dela
Vanessa: Zac eu... caramba é muito difícil pra mim, vê se entende, a Maria Clara tem o colégio dela, eu tenho meus avós lá, nossa casa, nossa vida, não podemos abandonar tudo assim do nada só porque você resolveu mudar. - Se afasta dele - Quem me garante que você só está encantado pelo momento e depois vai voltar a ser o de antes? Eu já cansei de sofrer por você, demorei a me acostumar com a dor que com o tempo foi cicatrizando, não torna isso pior do que já é, entende que eu não posso mais confiar em você. - Escorre duas lágrimas no rosto dela
Zac: Nessa escuta por favor, eu sei que errei mas não me deixa.
Vanessa: Eu vou voltar pra Inglaterra Zac, vai ser melhor assim.
Zac: Melhor assim? Só se for pra você - Grita - Você vai me afastar da minha filha, vai me privar de vê-la crescer, já não basta eu não ter convivido com ela esse tempo todo? Ou você acha que 5 dias compensa 7 anos? Será que não entende que ela é tudo o que eu tenho? Ela é a prova do nosso amor, o amor que eu senti por você.
Vanessa: Ah claro um amor que foi real - Diz irônica
Zac: Foi real sim, eu sei que foi, eu fui um tolo por perceber só agora, mas antes tarde do que nunca, Vanessa me deixa participar da vida dela - Grita
Vanessa: Eu não estou te privando de participar da vida dela, ela sempre vai ser sua filha mas vê se me entende. Toda vez que via minha filha eu me lembrava de tudo o que você me disse, você me fez sofrer muito Zac, e eu não quero cair nos seus papinhos de cafajeste de novo, você diz que mudou, mas quem me garante Zac? Já chega eu não quero mais sofrer por você, nunca mais. - Diz nervosa
Zac: Vanessa por favor me escuta, não precisa ser assim, eu juro que mudei, não me deixa de novo por favor eu não vou suportar. - Chora
Vanessa: Já disse que está decidido, amanhã é o aniversário da Clarinha e no dia seguinte vamos embora.
Zac: Que saco Vanessa. - Sai batendo a porta e vai embora
Vanessa então senta na cadeira e começa a chorar sem parar.
Será que eu to certa em fazer isso? Eu o amo muito, mas eu sei que ao lado dele nunca vou ser feliz...
http://media.giphy.com/media/Jy6s0X3BETDVK/giphy.gif
Oi oi oi oiiiii girls!!!
Nossa Vanessa malvada!!! kkkk Resistiu ao Zac!? Como assiiim!? kkkkkk
O Zac provoca também neh!? kkkkkk De cueca na sala kkkkkk
Só eu que fiquei imaginando o Zac com cara de cachorro sem dono!? kkkkkkkk
Será a volta de Zanessa?? #Tomara
Tá.... A resposta vem logo ai no final.... Por enquanto nada de Zanessa!! #Chatiada
Poxa! Sei que a Vanessa sofreu pacas mas tá dificil o Zac convencer que mudou hein!?
Acho que ele merece uma segunda chance!!!
Comentem ai...
Pode não parecer mas já estamos entrando na reta final dessa fic... Então já
abri as votações pra que vocês escolham a próxima fic!!!
Beijos meninas!!
Até mais...